+55 (11) 94062-7019 Atendimento@marcocassol.com.br
Escolha uma Página

 

Marco Cassol por Marco Cassol

Sou cirurgião plástico. Sou gaúcho e realizei toda minha formação (medicina, cirurgia geral e cirurgia plástica) no Rio Grande do Sul. Estou em São Paulo desde 2006, onde consolidei minhas carreira e aprimorei ainda mais minhas técnicas e táticas de cirurgia.

Formado em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), especialista em Cirurgia Geral e em Cirurgia Plástica, tem mais de 15 anos de vivência na profissão. Após sua formação, desde 2006.

 

São Paulo me acolheu e me deu a chance de conhecer muita gente interessante. Realizo todos os tipos cirurgias plásticas estéticas e sou especialista em alguns procedimentos (prótese de mama, lipoescultura, implante de prótese de bíceps) mas minha grande paixão é cirurgia da face (ritidoplastia ou lifting facial).

Por muitos motivos: pelo resultado natural e aspecto “descansado” que confere ao rosto da paciente e, mais ainda, pelo aspecto psicológico de deixá-la uma pessoa mais leve e de bem com a vida. Muitas vezes a aparência da face não condiz com vibração e energia da alma deste paciente.

Este é o grande diferencial da cirurgia plástica na minha opinião, a capacidade de induzir pequenas mudanças psicológicas que podem levar o paciente a ver quem ele realmente é, um ser pleno. Gosto de conversar com a paciente e de identificar seus desejos. Muitas vezes, o médico pode ajudar a identificar pontos sutis de melhoria e auxiliar a paciente na decisão.

Mais para psicólogo do que para cirurgião, felizmente. O procedimento cirúrgico é apenas um gatilho que consegue acionar o melhor nas pessoas. Pequenas modificações físicas que podem trazer grandes transformações na auto-estima dos pacientes.

Meu público? Mulheres (e homens) apaixonados por suas vidas e pelos seus trabalhos (executivas, empresárias, empreendedoras) que entendem que chegou o momento de cuidarem de si. Muitos investiram anos na carreira, na família e em outros projetos e deixaram de lado a vaidade e este “algo mais” da auto-estima.

Outros, ainda jovens, não têm necessariamente este histórico, mas algo no corpo os incomoda, limita, preocupa. Pode ser até um sinalzinho. Mas se incomoda, precisa ser considerado. Quando chega a hora de resgatar o auto-cuidado, é hora da fazer uma visita ao Dr. Marco Cassol.

 

 

 

 

×
Olá!
Gostaria de tirar alguma dúvida com o Dr. Marco??
EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish