[:pb]Dermolipectomia: conheça a cirurgia para tratar a flacidez na barriga, braços e coxas[:]

[:pb]Procedimento é indicado principalmente para pessoas que perderam peso bruscamente ou para mulheres após a gravidez

Um dos fatores adversos para quem perdeu uma alta quantidade de peso, em um curto espaço de tempo, está o excesso de pele e a flacidez Uma das possibilidades para resolver esta situação e devolver a autoestima destas pessoas é a dermolipectomia.

Trata-se de um procedimento cirúrgico que tem como finalidade retirar o excesso de pele e flacidez nestas regiões. “Existe a dermolipectomia da barriga, do braço e também da coxa. Ou seja, são três tipos do mesmo procedimento, que tem como finalidade a retirada da flacidez e o excesso de pele de cada região”, explica o cirurgião plástico Marco Cassol.

A cirurgia funciona como uma forma de melhorar a silhueta, deixando a cintura bem torneada. Também é indicada para melhorar o aspecto dos braços e coxas, além de contribuir para a redução das estrias, apesar de não ser este o propósito do procedimento.

Para quem é indicada a dermolipectomia?

Normalmente, as pessoas que perderam muito peso bruscamente estão entre os pacientes que mais decidem pela dermolipectomia. O procedimento também é procurado por pessoas que apresentam flacidez. “É ideal também para mulheres que ganharam bebê recentemente e acabaram ficando com excesso de pele na região da barriga”, reforça Cassol.

O especialista afirma que, principalmente nos braços e nas coxas, os resultados são muito bons. “Podemos retirar a flacidez do ‘tchauzinho’ ou mesmo aquela dobra que fica na coxa que, geralmente,causa assaduras e incômodos para algumas pessoas, sobretudo no verão”, explica.

Os benefícios estéticos na barriga também podem ser considerados excelentes. “No abdome a gente consegue, além disso, reposicionar a musculatura e proporcionar a aparência de abdome negativo, o que vem se tornando cada vez mais o desejo de muitas mulheres”, reforça.

Quando optar pela cirurgia?

Antes de se decidir sobre fazer ou não o a dermolipectomia é preciso avaliar de maneira cuidadosa os riscos da cirurgia (que são comuns a todas as demais), a situação do próprio corpo, bem como se há possibilidade de tratamento menos invasivo. Um profissional qualificado está capacitado para conduzir esta reflexão e buscar o melhor para cada paciente.

Outro aspecto importante a ser observado é em relação aos resultados do procedimento. “Vão ficar cicatrizes em forma de T tanto no braço como na coxa (parte interna), dependendo do grau de flacidez. Fica também uma cicatriz transversal baixa, no caso do abdome”, ressalta o cirurgião.

Pré e pós-operatórios

Antes da cirurgia, como em qualquer outro procedimento do tipo, é preciso avaliar o risco cirúrgico. Neste caso é obrigatória a realização de exames convencionais no pré-cirúrgico. “Além disso, o paciente deverá ser alertado sobre a necessidade de se utilizar um dreno no pós-cirúrgico”, explica Cassol.

Já em relação ao pós-operatório, nas cirurgias realizadas no abdome o tempo médio de recuperação é de até duas semanas, enquanto na coxa e no braço é de apenas uma semana, aproximadamente. Após este período a paciente poderá ir retomando naturalmente as atividades mais leves do dia a dia.

Tanto o Conselho Federal de Medicina (CFM) quanto a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) proíbem a divulgação de preços de cirurgias plásticas por seus profissionais. De toda forma, após uma pesquisa em clínicas foi possível levantar que o valor médio pago pelo procedimento custa a partir de R$ 5 mil.

http://arevistadamulher.com.br/estetica/content/2447341-dermolipectomia-conheca-a-cirurgia-para-tratar-a-flacidez-na-barriga-bracos-e-coxas[:]

 

[:pb]meses de dezembro, janeiro e fevereiro são os mais procurados para realizar procedimentos estéticos[:]

[:pb]Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) indica que os meses de dezembro, janeiro e fevereiro são os mais procurados para realizar procedimentos estéticos

Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) indica que os meses de dezembro, janeiro e fevereiro são os mais procurados para realizar procedimentos estéticos, com um aumento percentual na casa dos 50%. As opções mais procuradas nessa época são: botox e preenchimento, abdominoplastia, lipoaspiração e as cirurgias das mamas.

O médico e cirurgião plástico Dr. Marco Cassol alerta quanto aos perigos da exposição solar no período pós-cirúrgico: “Pacientes recém operados devem ter cuidado redobrado. Tomar sol após a cirurgia, além de dificultar a cicatrização, pode causar manchas na pele”, adverte.

Outra recomendação do especialista é evitar as bebidas alcoólicas, além da adoção de uma alimentação menos inflamatória. “No carnaval costuma-se abusar no consumo do álcool, substância que além de intoxicar o organismo, gera desidratação”, pontua o cirurgião que indica substituir o álcool por sucos naturais, água de coco ou bebidas que estimulam a produção de urina e hidratam o organismo, como melancia.

Na hora da folia é comum as pessoas descuidarem da alimentação e, principalmente, das medicações indicadas pelo cirurgião. “Pular etapas do tratamento implica em má cicatrização e o resultado pode ser insatisfatório. O excesso de derivados de açúcar e farinhas refinadas é muito inflamatório”, conclui Cassol.

Posso ir para folia após o procedimento estético?

Segundo Dr. Cassol o recomendado é programar o tratamento com no mínimo quinze dias de antecedência. “Tudo cuidado deve ser tomado com as cirurgias mais delicadas, como a prótese de silicone. O ideal é que a paciente siga as recomendações de repouso indicadas pelo médico e evite atividades extenuantes e os exageros, como pular e dançar, colocando em risco a recuperação”, acrescenta.

http://www.regionalpress.com.br/2017/02/25/especialista-fala-sobre-os-cuidados-para-cicatrizacao/[:]

 

[:pb]Cirurgia plástica de redução de mamilos é nova tendência, mas não é indicado às gestantes ou lactantes[:]

[:pb]A polêmica cirurgia de redução dos mamilos já é uma tendência nos Estados Unidos e promete conquistar muitos adeptos no Brasil em 2017, não só as mulheres, como também os homens.

A polêmica cirurgia de redução dos mamilos já é uma tendência nos Estados Unidos e promete conquistar muitos adeptos no Brasil em 2017, não só as mulheres, como também os homens.

 

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o procedimento é recomendado para pacientes que se queixam do crescimento das mamas por conta do desequilíbrio hormonal, causado pelo uso de anabolizantes, amamentação ou fatores genéticos.

 

A modelo brasileira Solange Gomes, incomodada com o tamanho avantajado dos mamilos, já se mostrou interessada em realizar o procedimento. A dançarina se sentia desconfortável quando usava roupas mais decotadas ou sutiã sem bojo, pois ficava com os “faróis acesos”.

 

O cirurgião plástico Dr. Marco Cassol explica que o procedimento é bastante solicitado em conjunto com outras intervenções como redução das aréolas e lifting de mamas. “A busca por um corpo simétrico faz com que as mulheres realizem correções também no tamanho da aréola. A técnica não altera a sensibilidade e nem prejudica a amamentação”, comenta o médico.

 

O procedimento de redução de mamilos é bastante simples e pode ser realizado no consultório médico com anestesia local. Os pontos cirúrgicos são removidos após uma semana. O pós-operatório inclui alguns cuidados diários como o uso do sutiã adequado e repouso.  Atividade física, banho de mar e piscina devem ser evitados nos primeiros 15 dias. “A cirurgia não é indicada para mulheres que estão grávidas ou amamentando”, adverte o especialista.

 

Dr. Marco Cassol, cirurgião plástico especialista em face feminina

Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o cirurgião plástico, pode responder sobre botox, fios de sustentação da face absorvíveis, silicone nos seios, cirurgia para reduzir as mamas, criolipólise, microlipoaspiração, cirurgia íntima, novidades da área clínica, procedimentos estéticos, entre outros assuntos. Com mais de 15 anos de experiência, é formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

http://www.onortao.com.br/noticias/cirurgia-plastica-de-reducao-de-mamilos-e-nova-tendencia-mas-nao-e-indicado-as-gestantes-ou-lactantes,89601.php[:]

 

[:pb]Preenchimento labial deve ter cuidados especiais e respeitar a simetria do rosto[:]

[:pb]

Segundo pesquisa da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos (ASPS), a cada 20 minutos é realizado um procedimento estético para deixar a boca mais atraente. O curioso é que a cirurgia labial não atrai somente as mulheres mais maduras, mas também as mais jovens como Scarlett Johansson, Kim Kardashian e Lana Del Rey.

O cirurgião plástico Dr Marco Cassol explica que existem diversas opções para garantir lábios mais carnudos. “Após os 50 anos é natural a região dos lábios perder volume e adquirir flacidez. Com isso, os lábios ficam com a aparência declinada, principalmente nos cantos da boca, o que desvaloriza o visual”, acrescenta.

O médico explica que hoje as mulheres já podem contar com procedimentos modernos e que proporcionam resultados cada vez mais naturais. “Atualmente o ácido hialurônico é a técnica mais segura, já que o nosso organismo produz naturalmente essa substância, diminuindo as chances de reações”, indica. Além disso, o especialista reforça que existem formulações especificas de ácido hialurônico para os lábios, o que proporciona um resultado mais bonito e natural.

“O procedimento deve ser aplicado por um cirurgião plástico de confiança e que respeite as simetrias do rosto da paciente. Mas, devemos atentar para os exageros na aplicação, afinal ninguém quer ficar com aparência de “boca de pato”, adverte Cassol.

Adolescentes podem realizar o preenchimento labial?

Segundo o especialista essa é uma questão que fica a critério do médico, haja vista que nem todos realizam o procedimento em adolescentes. No entanto, com o consentimento dos pais e a aprovação de um cirurgião plástico de confiança, a técnica pode ser aplicada sem nenhum problema. “É importante que o resultado fique bastante natural. Quando o aumento não for o bastante, o preenchimento com ácido hialurônico pode ser reaplicado após um mês”, reforçou ele.

O método de preenchimento labial costuma ser bastante simples e com invasão mínima. Não requer internação hospitalar e a paciente pode retornar as atividades rotineiras no mesmo dia. Nas primeiras 48 horas os lábios podem apresentar inchaço, mas em poucos dias os resultados são nítidos e satisfatórios.

Dr. Marco Cassol, cirurgião plástico especialista em face feminina

Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o cirurgião plástico, pode responder sobre botox, fios de sustentação da face absorvíveis, silicone nos seios, cirurgia para reduzir as mamas, criolipólise, microlipoaspiração, cirurgia íntima, novidades da área clínica, procedimentos estéticos, entre outros assuntos. Com mais de 15 anos de experiência, é formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Site: www.marcocassol.com.br

 

 

http://www.segs.com.br/saude/55143-preenchimento-labial-deve-ter-cuidados-especiais-e-respeitar-a-simetria-do-rosto-cirurgiao-plastico-dr-marco-cassol-alerta-sobre-os-exageros-no-procedimento.html[:]

 

[:pb]Cirurgia plástica: conheça os cuidados para uma boa cicatrização[:]

[:pb]

As opções mais procuradas nessa época são: botox e preenchimento, abdominoplastia, lipoaspiração e as cirurgias das mamas

Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) indica que os meses de dezembro, janeiro e fevereiro são os mais procurados para realizar procedimentos estéticos, com um aumento percentual na casa dos 50%. As opções mais procuradas nessa época são: botox e preenchimento, abdominoplastia, lipoaspiração e as cirurgias das mamas.

O médico e cirurgião plástico Dr. Marco Cassol alerta quanto aos perigos da exposição solar no período pós-cirúrgico: “Pacientes recém operados devem ter cuidado redobrado. Tomar sol após a cirurgia, além de dificultar a cicatrização, pode causar manchas na pele”, adverte.

Outra recomendação do especialista é evitar as bebidas alcoólicas, além da adoção de uma alimentação menos inflamatória. “No carnaval costuma-se abusar no consumo do álcool, substância que além de intoxicar o organismo, gera desidratação”, pontua o cirurgião que indica substituir o álcool por sucos naturais, água de coco ou bebidas que estimulam a produção de urina e hidratam o organismo, como melancia.

Na hora da folia é comum as pessoas descuidarem da alimentação e, principalmente, das medicações indicadas pelo cirurgião. “Pular etapas do tratamento implica em má cicatrização e o resultado pode ser insatisfatório. O excesso de derivados de açúcar e farinhas refinadas é muito inflamatório”, conclui Cassol.

Posso ir para folia após o procedimento estético?

Segundo Dr. Cassol o recomendado é programar o tratamento com no mínimo quinze dias de antecedência. “Tudo cuidado deve ser tomado com as cirurgias mais delicadas, como a prótese de silicone. O ideal é que a paciente siga as recomendações de repouso indicadas pelo médico e evite atividades extenuantes e os exageros, como pular e dançar, colocando em risco a recuperação”, acrescenta.

https://www.noticiasaominuto.com.br/lifestyle/350671/cirurgia-plastica-conheca-os-cuidadospara-uma-boa-cicatrizacao[:]

 

[:pb]Saiba quais são os procedimentos estéticos mais indicados para o verão[:]

[:pb]

Temperatura alta aumenta as chances de manchas na pele e dificulta a cicatrização
Estamos há alguns dias do carnaval e a busca por procedimentos estéticos é o alvo da mulherada. Afinal, existem técnicas que apresentam resultados rápidos e eficientes, perfeitos para quem ganhou alguns quilinhos e não quer fazer feio na avenida.
O cirurgião plástico, Dr. Marco Cassol, alerta quanto a escolha ideal desses procedimentos e aponta dicas para curtir a folia com segurança e aparência impecável: “Estamos no verão, por isso, é importante preferir as técnicas pouco invasivas, se a ideia é aproveitar a festa, praia e sol”, aconselha.
Dicas de tratamentos estéticos para o carnaval
Vai desfilar na avenida e precisa estar com “tudo em cima”. A Carboxiterapia é uma indicação do especialista. O aparelho é minimamente invasivo, trata estria, gordura localizada e a celulite de forma simples e eficaz. “A técnica injeta fluxo de gás carbônico e aumenta a circulação sanguínea. Só não esqueça do protetor solar! ”, alerta o cirurgião.
Outra dica é Radiofrequência, ideal para esse período. “O tratamento reúne diversos benefícios de uma só vez, como a melhora da flacidez, redução das rugas, celulite e até cicatrizes de acne e estrias”, recomenda.
Tratamentos estéticos não recomendados para o carnaval
O cirurgião reforça quanto aos cuidados essenciais na hora da escolha do procedimento. “Na busca por um corpo impecável, as pessoas acabam deixando de lado a segurança, o que pode ser perigoso! ”, alerta o médico.
De acordo com Dr. Cassol, tratamentos com laser, por exemplo, como o CO2, é preciso ter cuidado redobrado. “A técnica oferece excelentes resultados, pois atinge camadas profundas da pele, mas exige restrição solar e proteção por até um mês”, sinaliza.
Os ácidos também devem ser aplicados com cautela. Se for aproveitar o feriado e o carnaval na praia, o tratamento não é indicado. “A aplicação do ácido descarta a exposição solar, pois estimula a produção de melanina e pode provocar manchas na pele.

http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=321922&codDep=42[:]

 

[:pb]Hiper-hidratação da pele ajuda a prevenir e melhorar estrias[:]

[:pb]

Hiper-hidratação da pele ajuda a prevenir e melhorar estrias

Hiper-hidratação da pele ajuda a prevenir e melhorar estrias
Read in 2 minutes

As estrias são as inimigas número dois do público feminino, só perdendo para a celulite. Basta engordar uns quilinhos para elas aparecerem nas mamas, no abdômen, no culote e em outras partes do corpo.

Quando vermelhas, podem até desaparecer com tratamento. Já as brancas, mais antigas, requerem um pouco mais de paciência e empenho.

Alguns cuidados são fundamentais para tratar e prevenir as temidas estrias:

  • Hiper-hidratação da pele que pode ser feita com óleos (mais eficiente) ou com cremes;
  • Adoção de hábitos saudáveis, como uma alimentação balanceada e o consumo de pelo menos dois litros de água por dia;
  • Existe a ressecção da epiderme para transformar uma estria larga em uma cicatriz fina, mas este procedimento só é indicado em situações extremas;
  • Nas estrias abdominais localizadas abaixo da cicatriz umbilical pode ser realizada a abdominoplastia (cirurgia plástica da barriga), por exemplo. Lembrando que a cirurgia só é recomendada em último caso.

Para melhores resultados, é bom ter a avaliação de um profissional que indique o melhor tratamento conforme o tipo, coloração e tamanho da estria e também as condições do paciente.

http://www.mymisstess.com/hiper-hidratacao-da-pele-ajuda-a-prevenir-e-melhorar-estrias/

[:]

 

[:pb]Como aumentar o volume dos lábios: truques e técnicas que funcionam Aprenda com especialistas a deixar seus lábios mais volumosos com truques simples ou com técnicas estéticas mais avançadas[:]

[:pb]

Nada mais atrativo do que lábios belos e bem cuidados. Com inúmeras opções de produtos para cuidado desta parte específica da face, obter lábios macios, hidratados e bem desenhados tem se tornado tarefa acessível para as mulheres.

Quando a saúde do lábio está em dia, estes podem ser finos ou grossos, com formatos variados, maquiados ou não, que de qualquer maneira serão um complemento à beleza feminina.
Possuir belos lábios independe dos tamanho dos mesmos. Recentemente uma nova tendência tem surgido, onde ter lábios volumosos se tornou desejo de grande parte das mulheres.
Como opções para garantir este feito, estão a possiblidade de aumenta-los utilizando truques de maquiagem ou recorrendo à procedimento cirúrgico para alcançar o sonho de possuir lábios mais volumosos.

Métodos para aumentar o volume dos lábios

Diante das diversas possibilidades para alcançar este feito, confira três métodos que ajudam a aumentar o volume dos lábios:

Método 1: Truques de maquiagem

A cada dia, novos truques vêm surgindo para dar volumes aos lábios na hora da maquiagem. Zeni, maquiadora do FT Studio, estúdio de maquiagem do renomado maquiador Fernando Torquatto, ensina 10 truques de maquiagem que auxiliar a conquistar este objetivo:
  1. Contorno labial: “fazendo o contorno labial vazado, ou seja, por fora do limite dos seus lábios e depois passando o batom por cima do contorno você aumenta os seus lábios na proporção que você quiser, bem maiores ou se preferir, somente os lábios inferiores maiores, ensina Zeni.
  2. Ponto de luz: “é bem simples, basta utilizar o batom de sua preferência em todo lábio e apenas na região central dos lábios passar um gloss ou batom mais claro, isso dá ilusão de profundidade, aumentando o volume dos lábios, informa a maquiadora.
  3. Hidratar: para a profissional, um dos motivos para os lábios ficarem com menos volume e com a pele mais ressecada é a falta de hidratação. A mesma recomenda usar algum tipo de hidratante labial todos os dias, pelo menos duas vezes ao dia. Desta forma seus lábios ficarão mais hidratados, com a pele mais viçosa e volumosa.
  4. Produtos específicos com este efeito: “existem alguns produtos como batons e gloss para os lábios com substâncias que promovem o aumento do lábio, eles são uma ótima opção para o aumento instantâneo dos lábios”, relata a maquiadora.
  5. Batom com cintilância: Zeni esclarece que batons mais vibrantes e/ou com maior cintilância são ótimos para aumentar os lábios, porque as partículas de brilho dão maior volume a área.
  6. Gloss: “utilize gloss, principalmente na cor transparente. O gloss aumenta a dimensão do lábio fazendo o parecer maior”, revela a maquiadora.
  7. Esfoliação: a profissional ainda relata que remover as células mortas dos lábios traz mais saúde a eles e deixa a pele mais lisa e viçosa. É possível fazer em casa com açúcar e mel, massageando os lábios com a mistura.
  8. Contorno facial em volta dos lábios: “escurecendo através do contorno facial a região próxima aos lábios eles ficam saltados, através da técnica de luz e sombra de maquiagem utilizada no rosto todo. É bom também contornar os lábios com o corretivo ou base para limpar qualquer imperfeição, dá mais definição ao lábio, projetando ainda mais”, indica Zeni.
  9. Bálsamo de hortelã: “a hortelã ativa a circulação sanguínea, aumentando o volume dos lábios. A receita do bálsamo é caseira, basta misturar óleo de hortelã, manteiga de karité e vaselina em partes iguais e aplicar nos lábios”, instrui a profissional.
  10. Ilumine: “passar iluminador no arco do cupido ajuda a dar mais volume ao lábio superior”, esclarece a maquiadora.

Método 2: Balms que com propriedades para aumento de volume dos lábios

Outra opção de recurso para ajudar a aumentar o volume dos lábios são os balms hidratantes com ingredientes que em contato com o lábio, ajudam a conquistar este objetivo. O Dr. Marco Cassol, cirurgião plástico, explica que os balms, bálsamos ou unguentos são cremes labiais. “Alguns possuem capacidade de “irritar” a mucosa dos lábios causando aumento temporário enquanto exposto ao balm”, explica o profissional.
Apesar de não possuir contraindicações em seu uso, o médico alertar que os pacientes que tenham alergia aos componentes irritantes da fórmula não devem usar este tipo de creme. A sensação ao aplicar este produto nos lábios é de frescor, possuindo alguns inclusive a sensação de formigamento,
Normalmente em formato de gloss, possui opções com os mais variados valores. Em relação à duração do seu efeito, Dr. Marco explica que podem ter absorção rápida, no caso dos mais hidrofílicos, ou ter duração longa, nos mais oleosos, porém não passa de 4 horas em média.

[:]

 

[:pb]Cuidados com cirurgia plástica: entenda o caso de Zilu Camargo[:]

[:pb]O Brasil é um dos países em que mais são realizadas cirurgias plásticas no mundo, mas um caso, em especial, tem chamado atenção nos últimos dias. Zilu Camargo, mãe de Wanessa e ex-mulher de Zezé Di Camargo, foi internada no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, na última sexta-feira, dia 29 de abril, por conta de uma infecção no queixo.

Em 4 de maio, ela passou por uma cirurgia para tratar do problema e já passa bem. O cirurgião plástico Marco Cassol explica que Zilu sofreu uma reação inflamatória crônica, resultado da aplicação de polimetilmetacrilato (PMMA), feita há anos no rosto. O quadro pode servir de alerta.

Zilu Camargo
Zilu foi internada devido a uma infecção no queixo. Foto: Instagram, Reprodução

Entenda a complicação do quadro de Zilu Camargo

Conforme explica Cassol, PPMA são pequenas partículas de plástico. O que acontece é que elas podem não ser totalmente absorvidas pelo corpo, o que é capaz de causar a reação inflamatória crônica. Foi exatamente o que ocorreu com Zilu. O quadro permitiu que uma bactéria se instalasse na região do queixo, motivo pelo qual ela teve de ser internada.

“O tecido da pele foi cronicamente machucado e com isso teve suas defesas diminuídaspor estar inflamado. Tudo isso favoreceu a proliferação da bactéria e ocasionou a infecção na região da aplicação do PPMA”, detalha o especialista. O material plástico utilizado no queixo dela, conforme esclarece o cirurgião, não é proibido no Brasil.

Ainda assim, ele ressalta que o uso deve ser feito a partir de uma orientação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica: em caso de necessidade para algum tratamento reparador importante da face ou de outra parte do corpo, o seu volume não deve ultrapassar os 50 ml.

De acordo com Cassol, seguir a orientação é fundamental. Mas ele acredita que o ideal seria alterar a substância por outras alternativas mais tecnológicas e menos nocivas, a exemplo do ácido hialurônico, um preenchedor temporário. “O uso não é proibido, mas isso não significa que ela deva ser usada”, destaca o profissional.

Atenção aos cuidados com a cirurgia plástica

Diante da situação de Zilu, Cassol acredita que o caso pode servir como um alerta para que as mulheres tenham mais atenção aos cuidados necessários ao realizar uma cirurgia plástica. Principalmente em relação ao uso de produtos não absorvíveis pelo organismo.

O profissional acredita ainda que é fundamental que a mulher converse com o seu médico sobre as substâncias disponíveis e seu período de atuação no corpo. Também é importante que a paciente saiba o que será aplicado nela, se é algo temporário ou permanente.

“Normalmente, recomendamos o ácido hialurônico, que em dois anos é absorvido totalmente”, enfatiza Cassol. Utilizado com frequência em preenchimentos faciais, ele imita uma substância já presente em menores quantidades no organismo, de modo que não é rejeitado por ele. Por ser temporário, também gera menos propensão a infecções.

http://doutissima.com.br/2016/05/05/cuidados-com-cirurgia-plastica-entenda-o-caso-de-zilu-camargo-14828395/[:]