Blefaroplastia – Cirurgia das Pálpebras Caídas

INDICAÇÃO

As estruturas palpebrais costumam ficar flácidas com o tempo. Também o excesso de pele e as bolsas de gordura criam saliências sob as pálpebras.

Estas alterações podem ser vistas pelas dobras da pele e pelo curvamento dessa região, dando um aspecto de tristeza ou cansaço ao rosto.

A blefaroplastia retira o excesso de pele e reduz as bolsas de gordura nos olhos, tornando as pálpebras muito mais planas e lisas, tornando assim o aspecto do rosto bem mais jovial e alegre.

Para pacientes começam a sentir incomodo como a região dos olhos existem opções não-cirúrgicas (toxina botulínicapreenchimentos) e cirúrgicas para rejuvenescimento das pálpebras.

TIPO DE ANESTESIA

Pode ser local ou local com sedação.

TEMPO DE INTERNAÇÃO

Em torno de 12 horas.

COMPLICAÇÕES

Ocorre normalmente formação de edema (inchaço) e equimose (manchas vermelhas) com maior ou menor proporção conforme a reação natural de cada paciente. Esses sintomas costumam desaparecer em até duas semanas.

RESULTADO DEFINITIVO

Em torno de 3 meses após a cirurgia.

APÓS A CIRURGIA

Para que a formação das manchas roxas seja minimizada devem ser usadas geladas de soro fisiológico ou água boricada nos dois primeiros dias pós-operatórios. Outro cuidado importante é evitar o calor (banhos muito quentes, cozinhar, etc.), que favorecem a formação do edema e das equimoses. O sol deve ser evitado por 3 meses (com uso de óculos escuros) e uso de protetor solar FPS 30 ou maior.

Compartilhe :

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram

Tire suas dúvidas ou agende uma consulta com
Dr. Marco Cassol

Dr. Marco Cassol

Dr. Marco Cassol

Formado em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), especialista em Cirurgia Geral e em Cirurgia Plástica, tem mais de 15 anos de vivência na profissão. Após sua formação, desde 2006. CRM-SP 122955 / RQE 24987

Artigos relacionados