Blefaroplastia – Cirurgia das Pálpebras Caídas

Você sabe o que venha a ser a Blefaroplastia? Sabe nos dizer quais são as principais informações que precisam ser levantadas para a realização deste tipo de procedimento estético? Gostaria de aprender um pouco mais sobre como ela pode fazer a diferença na vida das pessoas que desejam realizá-la?

Bem sabemos que, com o avanço da tecnologia e da medicina, novas técnicas e procedimentos foram sendo desenvolvidos na área da estética, tornando-se assim uma solução para diferentes problemas encontrados em nosso corpo, como por exemplo, a dificuldade em enxergar proporcionada pelo peso indevido nas pálpebras.

Contudo, se você ainda não têm as respostas para as questões que fizemos acima, não se preocupe. Com este post, iremos falar sobre os temas mais relevantes deste modelo de intervenção cirúrgica, bem como esclarecer outros pontos de dúvida que possam vir a existir sobre este tema.

Blefaroplastia: o que é e para quem é indicada?

A Blefaroplastia é indicada para as pessoas que possuem um certo incômodo com a estrutura de suas pálpebras, pois estas são uma parte de nosso corpo que, conforme o passar do tempo, costumam apresentar uma maior flacidez.

Do mesmo modo, problemas como o excesso de pele e as bolsas de gordura acabam criando saliências sob as pálpebras, sendo que estas alterações podem ser vistas tanto pelas dobras da pele quanto pelo curvamento dessa região, o que acaba gerando um aspecto de tristeza ou cansaço ao rosto das pessoas que apresentam este quadro estético.

Neste sentido, a Blefaroplastia têm, por função, realizar a retirada do excesso de pele e a simultânea redução das bolsas de gordura nos olhos, tornando as pálpebras muito mais planas e lisas, possibilitando, assim, o aspecto do rosto bem mais jovial e alegre.

Para pacientes que, porventura, começam a sentir um certo incômodo como a região dos olhos, existem opções não-cirúrgicas, tais como a toxina botulínica ou os chamados preenchimentos. Por outro lado, existem ações específicas para tratar este tipo de problema, como por exemplo as cirurgias para rejuvenescimento das pálpebras.

Blefaroplastia: existem algumas contraindicações?

Por em sua essência se tratar de uma forma de cirurgia plástica, assim como as outras intervenções deste segmento, na condução dos processos que envolvem a Blefaroplastia existem algumas contra indicações voltadas a determinados tipos de pacientes que possam carregar consigo algum problema de saúde, tais como, por exemplo: hipertensão, diabetes, insuficiência cardíaca, problemas na vista entre outros.

A preocupação com estas situações desfavoráveis de ordem de saúde é muito importante, uma vez que a partir delas poderemos evitar demais complicações que poderiam causar mais problemas do que soluções positivas a estes tipos de pacientes.

Sendo assim, então, é preciso se atentar a estas realidades para que os pacientes não se submetam a este tipo de procedimento unicamente por vontade própria sem que sejam analisadas, primeiramente, as suas reais condições de saúde.

Blefaroplastia: tipo de anestesia e tempo de internação

Por não se tratar de um procedimento estético de grandes proporções ou complexidade, para a sua realização, pode-se optar pelo uso de uma anestesia que seja local ou mesmo local com sedação.

Por sua vez, para a condução de todos os processos que a envolvem, recomenda-se que se tenha um período de tempo de internação que gire em torno de 12 horas.

Blefaroplastia: possíveis complicações

Assim como acontece com outros procedimentos de natureza estética, os pacientes que são submetidos à Blefaroplastia se sujeitam a um situação onde pode ocorrer, normalmente, tanto a formação de edema (inchaço) quanto de equimose (manchas vermelhas) com maior ou menor proporção, de acordo com a reação natural de cada paciente em especial.

Entretanto, vale ressaltar que esses sintomas costumam desaparecer em até duas semanas e que, associado a este fato, está a grande possibilidade de redução de riscos quando todos os procedimentos são devidamente recomendados e acompanhados por especialistas da área.

Blefaroplastia: Resultados e cuidados no pré e no pós-operatórios

Os resultados positivos com a realização deste tipo de intervenção estética começam a aparecer em um prazo que pode ser estabelecido em torno de três meses após a realização deste tipo de cirurgia.

No que diz respeito aos procedimentos necessários na fase anterior a este procedimento, podemos destacar a precaução em: realização de jejum e corte de alguns tipos de medicamentos.

Por fim, em relação aos cuidados que devem ser prioritariamente considerados no período posterior a esta cirurgia plástica, recomenda-se seguir as seguintes instruções:

Uso de compressas de gelo

Com o objetivo de tornar mais facilitada a recuperação das pacientes, recomenda-se entre outras coisas que, para que a formação das manchas roxas ao redor da região submetida a cirurgia seja minimizada, devam ser usadas geladas de soro fisiológico ou água boricada nos dois primeiros dias pós-operatórios.

Evitar exposição ao calor e ao sol

Um outro cuidado importante é evitar o calor, seja em atividades como banhos muito quentes ou cozinhar, por exemplo. Tais atividades devem ser evitadas tendo em vista o fato de que favorecem a formação do edema e das equimoses.

No mesmo sentido, o sol deve ser evitado por um período de até três meses, sempre tendo a atenção de estar fazendo o uso tanto de óculos escuros quanto de um protetor solar que seja de característica FPS 30 ou de maior intensidade.

Repouso e uso de medicamentos indicados

Ao reservar um certo período para repousar após ter feito esta intervenção é uma medida por demais recomendada, uma vez que é por meio deste momento que será possível ter uma recuperação de qualidade superior em um tempo reduzido.

Da mesma forma, bem sabemos que podem existir casos onde a dor se torna mais intensa no período posterior a cirurgia. Em situações como estas, o uso de medicamentos recomendados pelos especialistas para o combate a esta dor faz-se extremamente necessário para o seu imediato alívio e resolução.

Uso de óculos escuros

Este tipo de medida de característica preventiva volta-se para a preservação da região submetida ao procedimento em questão, tendo em vista que consegue dar uma maior proteção frente aos possíveis contatos de outros “fatores” com a superfície operada.

Blefaroplastia: principais vantagens

Da mesma forma que acontece com as outras intervenções estéticas, a realização de uma Blefaroplastia também traz consigo uma série de benefícios para quem se submete a ela.

Seja por fatores de ordem estética ou mesmo por melhorias perceptíveis na saúde, a realização desta cirurgia é capaz de promover uma nova realidade aos pacientes que preferem ser submetidos a ela.

A partir disso, podemos ter o entendimento de que, por meio dela, têm-se a possibilidade de “entrar” em um cenário onde se torna possível alcançar resultados que lhes farão muito bem à sua saúde.

Porém, por conta de sua grande representatividade para o bem estar dos pacientes que se decidiram por fazer este tipo de procedimento estético, seja por necessidade ou por outras razões especiais, podemos elencar os seguintes benefícios:

Melhora da estética e da autoestima

Um dos principais fatores que influenciam as pessoas a se submeterem a esta modalidade de cirurgia dá-se na possibilidade de desenvolverem melhor os seus contornos corporais, sendo o rosto uma das partes que mais recebe demanda por parte das pacientes que desejam realizar tais modificações.

Por assim dizer então, ao realizar uma cirurgia com estas configurações, os resultados estéticos por ela produzidos são capazes de fazer com que se tenha uma melhora na autoestima, no sentido de que passa-se a olhar para si com outros aspectos.

Isso se dá, muito em partes, por conta do resgate de uma beleza que foi de certa forma perdida com o início de problemas como este.

Com o pronto restabelecimento desta autoestima, consequentemente os pacientes passam a ter mais entusiasmo para realizar suas atividades diárias, bem como do mesmo modo passar a buscar a realização de seus sonhos que, por conta deste problema que insatisfação consigo mesmo que enfrentavam, possam ter sido paralisados ou mesmo tidos como encerrados.

Evita problemas de ordem de saúde

A realização da Blefaroplastia consegue, por sua vez, agir no combate ao surgimento de problemas de saúde, tais como acontece em situações onde uma paciente pode vir a desenvolver um quadro de traumas na córnea e demais problemas de visão.

Tal prevenção acaba ocorrendo porque, se considerarmos o fato que um dos objetivos desta cirurgia plástica baseia-se justamente na retirada do “peso” nas pálpebras, esta redução possibilita um melhor resultado em tudo o que pode envolver a vista de uma paciente.

Potencialização da qualidade da visão

Como dissemos acima, este procedimento é capaz de fazer com que se tenham resultados mais impactantes e positivos na visão dos pacientes que optam por esta cirurgia.

Isso, por sua vez, tem a sua grande representatividade, na medida em que torna-se possível conciliar a parte estética em si com uma funcionalidade básica de nosso corpo que é a nossa visão.

Além disso, por consequência dos resultados desta cirurgia, passa-se a ter uma melhor condição do campo de visão dos pacientes, uma vez que, se considerarmos a sua realização, poderemos ter uma ampliação nesta questão, que acaba por facilitar a forma com que estes podem vir a enxergar.

Relação de custo x benefício vantajosa

Assim como em outras intervenções promovidas na questão de nossa estética, este tipo de cirurgia apresenta uma certa variação com relação ao preço final cobrado pela realização de todos os seus procedimentos.

Entretanto, independentemente da parte financeira que está a ela associada, podemos indicar que existe uma relação de custo x benefício de operações desta natureza que é bastante atrativa aos seus pacientes.

Não somente pela sua parte prática, mas também por seus grandes resultados, uma Blefaroplastia quando bem idealizada e feita corretamente, traz além de todos os benefícios mencionados acima uma nova oportunidade de encarar a vida.

Blefaroplastia: principais pontos de risco

Nesta parte deste material, não podemos deixar de citar a realidade de que, como pode vir a ocorrer em alguns casos em quaisquer tipos de cirurgia plástica, ao fazer este tipo de cirurgia pode-se estar correndo alguns riscos, como por exemplo:

  • Infecções: por se tratar de uma cirurgia, pode-se ter situações onde se apresentem algumas infecções na região que se submeteu a operação estética devido ao contato com aparelhos ou mesmo por complicações no período de pós-operatório;
  • Impacto parcial e temporário na visão: considerando-se o fato de que a cirurgia é realizada em uma área com grande sensibilidade, pode-se haver casos onde se tem um reflexo na visão por um curto espaço de tempo;
  • Disfunção da pálpebra: temos que considerar também que, em algumas situações, as pálpebras podem apresentar um pequeno problema em sua funcionalidade, acarretando em incômodos ao realizar a ação de se enxergar.

Porém, é importante ressaltar que, mesmo com a existência de tais riscos, é possível minimizá-los com algumas ações seguras, como por exemplo ter uma atenção especial voltada para a busca de um profissional que esteja corretamente habilitado para conduzir esta forma de intervenção estética.

Blefaroplastia: importância do trabalho profissional

Assim como recomenda-se ocorrer em qualquer tipo de cirurgia de natureza estética, para que a realização da Blefaroplastia transcorra de maneira adequada e sem demais problemas, a busca de um profissional especializado precisa ser analisada com o devido cuidado e preferência por parte de cada paciente.

Isso porque por meio de sua atuação, será possível fazer com que, por exemplo, os riscos que são atribuídos a este procedimento sejam significativamente reduzidos, bem como fazer com que os pacientes possam ter mais tranquilidade sobre quem conduzirá todo este processo.

Aqui, com o Dr. Marco Cassol, você tem a segurança de estar sendo apoiado (a) por um profissional de extrema capacidade e competência técnicas. Além disso, poderá contar também com a experiência de um cirurgião capaz de estabelecer as melhores estratégias para a sua pronta recuperação e a confiança de um cirurgião capaz de atuar nos mais diferentes ramos da estética.

Blefaroplastia: relembrando pontos importantes

Como podemos perceber ao longo de todo este post, a Blefaroplastia, assim como os outros procedimentos estéticos também possui as suas particularidades, o que por sua vez acaba gerando uma necessidade de se ter atenção em pontos especiais para a sua realização.

Sendo assim, para que este processo possa produzir os resultados com ele esperados, vimos que alguns cuidados precisam ser observados, tanto em relação ao período de pré quanto ao período de pós-operatório.

Vimos também neste post, entre outras coisas, a grande representatividade e importância de se buscar um bom profissional para a realização desta intervenção cirúrgica, bem como tudo o que envolve os benefícios que podem ser obtidos ao nos submetermos a ela.

Todas estas medidas, por sua vez, irão contribuir para que o êxito pretendido com esta cirurgia possa ser alcançado, sem espaço para demais problemas de ordens médica e de saúde, garantindo a tranquilidade necessária para o retorno às atividades do cotidiano após um certo espaço de tempo.

Ao levantarmos igualmente neste artigo alguns pontos relevantes deste assunto, como por exemplo as suas contra indicações e cuidados no período pós-operatório, esperamos que você tenha uma melhor percepção sobre fatores que podem influenciar na decisão para a realização desta cirurgia estética.

Considerações finais

A Blefaroplastia mostra-se como sendo um procedimento estético de relevância para aqueles que desejam alterar, significativamente, a realidade de seus traços faciais que, por algum motivo, possam estar causando algum tipo de desagrado.

Neste sentido, o fato da procura dos pacientes que buscam, por meio desta intervenção cirúrgica, ter uma possibilidade de conseguir renovar a sua autoestima, principalmente por conta da melhora em sua aparência física e estética, mostra-se como sendo uma das suas grandes prioridades.

Por fim, com o término deste material, podemos dizer que apresentamos a você as informações mais pertinentes sobre este tema em especial, e gostaríamos que você possa ter compreendido um pouco mais sobre todas as fases do funcionamento deste tipo de cirurgia plástica.

Da mesma forma, fica também aqui registrado o convite para que você possa saber mais sobre outros pontos e conteúdos importantes em especial que são colocados frequentemente em nosso blog, todos sobre materiais relacionados ao que há de mais interessante em ser aprendido e debatido no segmento da estética.

Tire suas dúvidas ou agende uma consulta com
Dr. Marco Cassol

Compartilhe :

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Marco Cassol

Marco Cassol

Dr. Marco Cassol Formado em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), especialista em Cirurgia Geral e em Cirurgia Plástica, tem mais de 15 anos de vivência na profissão. Após sua formação, desde 2006. CRM-SP 122955 / RQE 24987 Linkedin .

Artigos relacionados