Mastopexia: Quais os tipos de cicatrizes ?

A mastopexia é o procedimento de cirurgia plástica que tem como objetivo reverter a ptose mamária (o caimento natural dos seios), reposicionando a aréola e a pele com flacidez da mama, elevando-as até sua posição original e garantindo a simetria do corpo.
.
O procedimento é indicado para mulheres que apresentam flacidez e caimento das mamas em detrimento do avanço da idade, que passaram por uma grande variação de peso ou processo de amamentação.
.
A cirurgia pode ser realizada com implante de silicone nos seios ou não, dependendo da quantidade de tecido mamário, uma vez que existem casos em que a mama está com espaços vazios, que precisam ser preenchidos pelo silicone para que seja devolvida a firmeza e a sustentação com aspecto natural.

Quais o tipos de Cicatrizes da Maxtopexia?

Esta é uma das questões mais levantadas pelas mulheres que desejam realizar uma mastopexia.

Neste procedimento são utilizadas várias técnicas para reposicionar a mama descaída, que se devem adequar ao estado inicial da mama e aos resultados desejados. Dentre elas, destacam-se 3 tipos de cicatrizes:

Mastopexia: Quais os tipos de cicatrizes ? 1
Mastopexia com cicatriz na aréola

Formato “Periareolar”

Mastopexia Periareolar

A mamoplastia periareolar é indicada especialmente para pacientes que têm mamas pequenas e com pouca queda (pouca ptose).

Esta é a técnica que permite uma cicatriz mais escondida, pois a transição natural da cor da pele nesta área deixa a cicatriz com um aspecto muito próximo do natural.

Como a incisão é feita ao redor da metade inferior da aréola há limitações quanto ao tamanho das próteses.

Existem outras situações particulares em que a técnica é indicada, mas apenas durante a consulta médica é que o cirurgião poderá indicar a técnica mais adequada à paciente.

Mastopexia: Quais os tipos de cicatrizes ? 2
Mastopexia – Cicatriz em pirulito

Formato “Vertical”

Esta técnica envolve uma incisão em forma de V que se estende no contorno superior da aréola e abaixo da linha média da mama. Este tipo de cicatriz é indicada para pacientes com flacidez de pele leve a moderada.

A mastopexia com cicatriz em formato de pirulito, nada mais é que um combinação da periareolar (feita ao redor da aréola) mais uma cicatriz vertical para baixo, em direção ao sulco mamário, formando o desenho que remete a um pirulito.

Este método permite o estreitamento da mama, com melhor definição do colo.

Esta técnica é aplicada em casos de mamas com um caimento moderado. Também é indicada para quem não necessita de outro procedimento em conjunto, como redução ou aumento dos seios.

Mastopexia: Quais os tipos de cicatrizes ? 3
Mastopexia – cicatriz de “T” invertido

Formato “T” invertido

O “T” invertido envolve uma incisão que se estende no contorno superior da aréola e lateralmente na porção inferior da mama.

E, entre os grandes temores das mulheres está a cicatriz em T invertido ou Âncora, muito utilizada nas reduções de mama e nas mastopexias (liftings mamários), cirurgias em que há a retirada de glândulas, gordura e pele em excesso, sendo preciso reestruturar a mama como um todo.

Embora seja o tipo que resulta em cicatrizes maiores da mastopexia, esta técnica chega a um maior grau de elevação.

Por esse motivo, é indicada para mulheres com mamas que apresentam ptose mais acentuada.

Tire suas dúvidas ou agende uma consulta com
Dr. Marco Cassol

Compartilhe :

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Marco Cassol

Marco Cassol

Dr. Marco Cassol Formado em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), especialista em Cirurgia Geral e em Cirurgia Plástica, tem mais de 15 anos de vivência na profissão. Após sua formação, desde 2006. CRM-SP 122955 / RQE 24987 Linkedin .

Artigos relacionados