Os Distúrbios de Cicatrização – Toda Cicatriz Ruim é um Quelóide?

Os Distúrbios de Cicatrização – Toda Cicatriz Ruim é um Quelóide?

Essa é uma confusão comum, nem toda cicatriz de má qualidade é um queloide. Existe a cicatriz hipertrófica que é muito mais comum que o queloide. Os distúrbios de cicatrização podem ocorrer em qualquer pessoa, mas são mais freqüentes em negros e orientais.

O indivíduo que já desenvolveu queloide em alguma região do corpo tem tendência a formar novos queloides em outras cicatrizes posteriores.

As cicatrizes hipertróficas não ultrapassam os limites da cicatriz inicial e podem tender à regressão. Já o queloide pode ocasionar dor e coceiras, são avermelhadas ou de coloração violeta, ultrapassam os limites da cicatriz inicial, não regridem e as recidivas são freqüentes após o tratamento.

O tratamento mais específico para queloides é a ressecção total da cicatriz e 10 seções de betaterapia no pós operatório imediato (radioterapia local específica para cicatrizes). O uso de laser de CO2 pode ser um excelente auxiliar no tratamento das cicatrizes quelonianas.

Sobre O Autor

Marco Cassol

Marco Cassol

Formado em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), especialista em Cirurgia Geral e em Cirurgia Plástica, tem mais de 15 anos de vivência na profissão. Após sua formação, desde 2006. CRM-SP 122955 / RQE 24987

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *