Escolha uma Página

Ginecomastia

Ginecomastia

O QUE É A GINECOMASTIA?

É o aumento da glândula mamária que ocorre na maioria dos adolescentes normais (7 em cada 10 meninos).

Muitas vezes provoca ansiedade nos pacientes pela vergonha de tirar a camisa e serem estigmatizados pelo aumento das mamas.

O formato mamário feminino no homem é uma causa importante de vergonha e inibição.

A ginecomastia é, na maioria dos casos, uma condição benigna, tratável e corrigível. O aumento de apenas uma das mamas é mais freqüente, mas pode ocorrer bilateralmente.

A CAUSA:

O estresse psicológico é a razão principal para a indicação cirúrgica.
A investigação do uso de algumas drogas (diurético espironolactona, esteróides anabolizantes, excesso de ingestão de bebidas alcoólicas ou maconha, por exemplo) é importante.

Muitos pacientes necessitam de uma investigação clinica endocrinológica quando a ginecomastia está associada a outros sinais e sintomas.

AUMENTO DA MAMA MASCULINA:

O aumento de tamanho das glândulas pode trazer dor local de pequena intensidade ou uma maior sensibilidade na região (ao roçar da roupa, por exemplo).

Lipoaspiração é um procedimento auxiliar no refinamento dos resultados, mas em poucos pacientes pode ser usado como procedimento exclusivo.

TIPO DE ANESTESIA:
Geralmente a anestesia é local com sedação ou peridural com sedação.

TEMPO DE INTERNAÇÃO:
6 a 12 horas.

COMPLICAÇÕES:
Seroma (acúmulo de líquidos) no local da cirurgia é freqüente.

RESULTADO DEFINITIVO:
• É alcançado em cerca de 3 meses após a cirurgia.

APÓS A CIRURGIA:

• Repouso relativo nas primeiras 48 horas; não deitar nem de lado nem de bruços.

• Pode tomar banho de chuveiro sem retirar as fitas adesivas.

• Curativo será trocado em 1 semana.

• Antibiótico recomendado deverá ser ingerido por 1 semana.

• O uso do dreno por 7 a 10 dias após o procedimento cirúrgico é muito importante para evitar-se o acúmulo de líquido (seroma).

• O modelador (cinta cirúrgica) deve ser usado por 1 mês após a cirurgia para compressão da área lipoaspirada.

• As fitas adesivas podem ser mantidas por 60 dias. Se sujar ou apresentar secreções, trocá-las.

RECOMENDA-SE EVITAR:

  • Dirigir nas três primeiras semanas.
  • Fumar durante as primeiras duas semanas.
  • Tomar banho de imersão por duas semanas.
  • Cometer excessos, levantar pesos, erguer os braços exageradamente abri-los excessivamente pelo menos por quatro semanas.
  • Dormir de bruços por três semanas.
  • Expor-se ao sol ou ao calor excessivo por quatro semanas.
    Fazer exercícios ou esportes que exijam a extensão dos braços (golfe, natação, etc) por 60 dias.
1
Olá!
Você quer realizar alguma cirurgia e gostaria de tirar alguma dúvida?
Powered by