Cura do Queloide Intratável Com Cryoshape

Acompanhe novidades e tire outras dúvidas pelo Instagram: @clinicamarcocassol

Você sabe o que venha a ser a queloide? Sabe nos dizer quais são as suas principais causas e sintomas compatíveis com a sua existência? Teria a noção de quais são os tratamentos que, de fato, podem solucionar ou mesmo contornar esta realidade que se torna incômoda para muitas pessoas?

Com o decorrer dos anos, assim como aconteceu em tantas outras atividades comerciais, o ramo da estética vem recebendo o auxílio de novas tecnologias que, por sua vez, são capazes de proporcionar tratamentos mais eficazes para diferentes problemas e realidades enfrentadas pelos pacientes.

A partir disso, vamos com este post em especial tratar deste assunto de uma forma clara, a fim de que você possa entender sobre o que pode influenciar para o surgimento de tal situação e, simultaneamente, compreender também algumas formas inovadoras de tratamento que passaram a ser disponibilizadas no mercado estético como um todo.

Queloide: principais sintomas de sua existência

Por se tratar de uma questão estética que, com o passar dos anos vai se tornando cada vez mais visível, o queloide em si pode trazer consigo uma série de fatores que podem originar a sua causa. Entre estes sintomas, por sua notoriedade para esta realidade, podemos destacar os seguintes casos:

  • Tensão na cicatriz, sendo que quanto maior for o grau desta tensão, pior será a qualidade da cicatriz, gerando assim maior desequilíbrio estético e corporal;
  • Cicatrizes em regiões tais como a dobra do joelho, o cotovelo e o ombro tendem a ser de pior qualidade;
  • Em cortes que, por sua vez, originaram a perda de pele e posteriormente quando fechadas apresenta, uma realidade tensa, a cicatriz tende a ficar ruim sobre o ponto de vista estético;
  • Vascularização dos tecidos próximos à cicatriz, ou seja, quando se tem uma realidade na qual a quantidade e volume de sangue que circula acaba por piorar a qualidade de todas as etapas envolvidas no processo de cicatrização.
  • Existência do fato de que alguns lugares do corpo possuem um aporte de sangue maior, como na cabeça, por exemplo;
  • Em pacientes que são fumantes, sabemos que estes têm a região conhecida por microvasinhos da pele mais fechados, o que por sua vez acaba prejudicando muito a cicatrização.

Queloide: condição psicológica / emocional do paciente

A condição alérgica do paciente pode piorar a cicatriz, mas o uso de corticoide crônico (paciente asmáticos, com doenças reumáticas ou doenças auto imunes) ou uso de esteróides anabolizantes (ou seus derivados, aplicados em academias de ginástica) auxiliam na qualidade da cicatriz.

Por sua vez, a dieta classificada como sendo inflamatória (com muito açúcar, derivados ou farinha branca), exposição solar logo após a lesão, queimadura na região (por ex. uma arranhão no asfalto é um tipo de queimadura) podem vir a representar um quadro de piora do resultado da cicatriz.

Queloide X Cicatriz Hipertrófica: como diferenciar estas duas realidades?

A cicatriz hipertrófica é uma cicatriz bastante marcante por suas características particulares desfavoráveis esteticamente falando, que pode ser mais escura, alargada e até mesmo mais elevada.

Por sua vez, a queloide se mostra como sendo um problema muito mais grave, tendo em vista que se trata de uma cicatriz que invade os tecidos sadios e tem comportamento que pode ser comparado à existência de um tumor, por exemplo.

Queloide: relação direta com a coloração da pele dos pacientes

Neste sentido, podemos dizer também que os pacientes com peles negras ou mesmo com características de peles orientais têm maiores chances de apresentar cicatriz hipertrófica e queloide, o que por sua vez acaba demandando uma maior atenção principalmente durante os procedimentos estéticos e também no período classificado como sendo de pós-operatório.

Já no caso das peles mais claras são, podemos dizer que estas são melhores e mais propensas para a cicatrização realizada de forma mais ágil, embora tenhamos de reconhecer que, entre diversos outros fatores, o perfil metabólico e hormonal individual de cada pessoa em si faça toda a diferença nesta parte específica.

Queloide x cicatriz hipertrófica: relação com o sexo e com a idade de cada paciente em particular

Por esta mesma perspectiva apontada no tópico anterior, temos que fatores tais como a idade e o sexo dos pacientes também possuem uma significativa e grande influência no processo de cicatrização destes cenários em especial.

Nos homens, as chances de uma cicatriz hipertrófica é menor do que nas mulheres por fatores que envolvem diretamente a associação com a questão hormonal. Em uma outra perspectiva, considerando os bebês e os idosos de idade mais avançada, a cicatriz tende a ser muito boa. Isso porque, no caso de bebês que fazem cirurgia intrauterina, em muitos casos estes chegam a ficar até mesmo sem qualquer tipo de cicatriz.

Queloide: cuidados necessários em seu tratamento

As pessoas que, por sua vez, detém este tipo de “problema estético” também precisam lembrar de cuidar da região em questão para se ter acesso a possibilidade de uma boa cicatrização.

Sendo assim, torna-se necessário algumas medidas de prevenção, entre as quais por sua representatividade para esta proteção podem ser postas em destaque as seguintes ações:

Contato direto com a roupa usada

Por recomendação, é necessário que se busque evitar o atrito do local da cicatriz em si diretamente com a superfície da roupa na qual se esteja utilizando.

Gestão e controle do tempo de exposição frente aos raios solares

Para se ter um potencial resultado, principalmente no que se dirá respeito ao processo de facilitação e rapidez de cicatrização, a ação de não se expor ao sol de maneira excessiva ou mesmo por longos períodos e espaços de tempo mostra-se como sendo extremamente importante para o alcance de tal objetivo, e da mesma forma de outros que possam vir a surgir conforme as necessidades e expectativas que cada paciente possa vir a apresentar de modo particular.

Buscar por um auxílio devidamente especializado

A procura por um médico que, por sua vez, possa ser o responsável pela condução de todos os trâmites e ações necessárias para a resolução de seu caso, ao menor sinal de anormalidades tais como a dor ou mesmo algum tipo de inflamação que venha a surgir na região, se dá como um atitude recomendada que, em curto e longo prazos poderá render diversas vantagens para a sua realidade em especial.

Cuidado com algumas ações em especial

Para se chegar aos objetivos desejados neste sentido, é preciso que entre outras coisas se tenha o hábito de se precaver em não realizar ações como coçar ou cutucar a cicatriz, muito menos procurar soluções de natureza caseiras que muitas vezes prometer ser “mágicas” para tentar solucionar, de fato, o problema em questão.

Queloide: técnicas eficazes para o seu devido tratamento

Dentre as técnicas que mais se repetem neste sentido, podemos dizer que a mais clássica é a que se baseia na ação de se refazer a cicatriz. No entanto, nada impede a compilação de outras técnicas com a mesma finalidade de facilitar o processo de cicatrização, sendo que entre outras opções que podem ser associadas estão as seguintes:

  • Betaterapia: composta por um total de 10 sessões de radioterapia diárias logo após a retirada do queloide com cirurgia;
  • Aplicação de uma espécie de uma placa de silicone ou mesmo de um gel de silicone sobre a região impactada pela presença da cicatriz em si;
  • Sessões mensais e regulares com o uso correto de equipamentos como o Laser CO2, por exemplo;
  • Uso de luz pulsada, principalmente quando a cicatriz está com uma aparência muito avermelhada;
  • Carboxiterapia intralesional;
  • Dermarroler, associado a gel com fatores de crescimento.

Da mesma forma, existem muitas outras técnicas que podem ser perfeitamente aplicadas com o mesmo objetivo. Entre estes outros diversos modelos que também podem ser associados a este tipo de tratamento em especial, sem que no entanto se perca em pontos importantes como a qualidade e a eficácia do processo, destacam-se:

  • Filme plástico com corticoide;
  • Cremes com princípios ativos;
  • Cápsulas com princípios ativos orais;
  • Aplicação dentro da cicatriz de triancinolona (nome comercial, Triancil, Corticoide que inibe a cicatrização exacerbada e pode ter efeitos colaterais como atrofia da pele, ficar fina demais, e acromia, onde a mesma tende a ficar completamente branca, sem nenhuma cor e muito diferente da pele normal).

Contudo, torna-se extremamente necessário destacar também o real fato de que, dentro deste contexto alguns pacientes podem vir a não responderem a estes tratamentos e apresentarem, como consequência uma realidade que seja compatível com uma recidiva (retorno) do queloide.

Para estes casos, em especial, usamos a chamada crioterapia que, por sua vez, consiste no congelamento da cicatriz com uso de produtos específicos para esta finalidade, tais como o nitrogênio líquido. Dessa forma, podemos dizer que os resultados são bons, no entanto precisamos destacar que o índice de acromia (cicatriz fica branca, sem coloração nenhuma) é consideravelmente alto.

Cryoshape: novo modelo de terapia contra a queloide adotado no Brasil

A Cryoshape, por definição, nada mais é do que uma agulha por onde passa o nitrogênio líquido e congela a cicatriz de dentro para fora, preservando os melanócitos (células que dão coloração a pele) superficiais, o que evita problemas de maior complexidade, tais como por exemplo a acromia.

Cryoshape: principais vantagens deste tipo de tratamento

Quando os pacientes optam por passar pelo tratamento da queloide por meio das intervenções de Cryoshape, estes podem ter acesso à uma série de vantagens, entre as quais podemos destacar os seguintes benefícios:

  • Rápido alívio de situações de incômodo direto tais como a coceira, a dor em diferentes intensidades, o desconforto ou mesmo a sensibilidade que pode ser alterada.
  • Redução significativa do volume da cicatriz após uma única sessão, aliado a uma recorrência mínima;
  • Pode ser realizado tão somente no ambiente do consultório escolhido, com o auxílio da aplicação exclusiva de uma anestesia considerada como sendo local;
  • Cicatrizes grandes também podem ser tratadas com a realização de apenas uma única sessão;
  • Minimiza a possibilidade de problemas de diferentes complexidades, tais como a hipocromia.
  • Resultados muito mais satisfatórios esteticamente falando;
  • Único tratamento com eficácia maior que 90% em uma sessão realizada de forma única.

Cryoshape: importância do trabalho profissional para o alcance dos resultados pretendidos

Assim como precisa ocorrer em muitas outras questões pelas quais acabamos nos envolvendo em nosso cotidiano, a presença de um especialista para fornecer todo o suporte que necessitamos para a resolução dos mais diferentes problemas mostra-se como sendo uma alternativa que pode gerar grandes resultados.

Quando então nos referimos às questões que envolvem o ambiente da estética em si, isso não se faz diferente. Isso porque, dentre outros fatores, precisamos levar bastante em consideração o fato de que com estes profissionais temos acesso a uma maior tranquilidade na condução de todos os processos aos quais porventura precisarmos ser submetidos.

Aqui, com o Dr. Marco Cassol, você tem a total segurança de estar sendo assessorado(a) por um profissional especializado nesta e em tantas outras formas de procedimentos estéticos.

Entre em contato conosco, e venha conhecer as nossas mais modernas técnicas de intervenções estéticas que, por sua vez, são capazes de trazer de fato os resultados que poderão certamente corresponder a todas as suas expectativas com relação a melhoria de sua estética corporal.

Cryoshape: considerações finais

Dentro de tudo o que relatamos neste conteúdo em especial, podemos ter a percepção de diversos pontos importantes sobre o assunto, tais como por exemplo a realidade inovadora que esta técnica é capaz de se propor a fazer.

Do mesmo modo, podemos ter também a compreensão de que esta nova forma de se tratar o queloide dentro daquilo que se busca realizar, mostra-se como sendo mais uma alternativa eficaz de tratamento neste sentido, fazendo parte integralmente então de um novo modo de se enxergar os tratamentos desta realidade que pode gerar diversos incômodos.

Por fim, com o término deste material, esperamos que você possa ter entendido que o Cryoshape, por mais que possa parecer uma técnica muito inovadora para esta realidade que levantamos, possui de fato uma grande capacidade de gerar resultados expressivos aos pacientes que, por sua vez, decidirem optar pela sua adesão no tratamento de queloide, por exemplo.

4.8/5 - (13 avaliações)

Tire suas dúvidas ou agende uma consulta com
Dr. Marco Cassol

Compartilhe :

Marco Cassol

Marco Cassol

Dr. Marco CassolFormado em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), especialista em Cirurgia Geral e em Cirurgia Plástica, tem mais de 15 anos de vivência na profissão. Após sua formação, desde 2006.CRM-SP 122955 / RQE 24987 Linkedin. Siga no Instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados