Prótese de Silicone – Anestesia local, Peridural ou Geral?

Acompanhe novidades e tire outras dúvidas pelo Instagram: @clinicamarcocassol

Você sabe nos dizer qual o tipo de anestesia mais indicado para procedimentos estéticos tais como a prótese de silicone? Sabe nos dizer quais são os fatores que podem, de fato, impactar no processo de escolha da melhor opção de anestesia dentre as possibilidades que existem dentro deste mercado estético em especial?

A ação de conseguir aumentar os seios por meio do implante de próteses de silicone faz parte do sonho de muitas mulheres que, por conta de seus traços corporais naturais não possuem um volume considerável nesta região de seu corpo em questão.

Porém, apesar de ser considerado como rápido e seguro, mesmo assim muitas pacientes ainda têm receio de realizar este procedimento por se tratar de uma cirurgia e exigir o uso de anestesia. Esta preocupação e hesitação, no entanto, pode ser contornada com algumas medidas de prevenção que podem ser adotadas, tais como as que veremos no decorrer deste post em especial.

Desta forma, vamos com este post evidenciar os principais métodos de aplicação de anestesias existentes. Tudo isso a fim de que, ao conhecê-los, você possa ter acesso às informações que são necessárias para a escolha da opção que mais se adeque e venha a respeitar a sua realidade especificamente.

Prótese de silicone: o que é e como é realizada?

A prótese de silicone nada mais é do que um tipo de estrutura que, por sua vez, pode ser usada para diferentes fins dentro da realidade das mamas, tais como por exemplo: aumento, correção de assimetrias, ou mesmo desenvolver a melhora nos seus respectivos traços naturais.

Desta forma, podemos dizer que existem diferentes tipos de aplicação desta intervenção, sendo que o responsável por sua condução irá analisar, entre outras questões, a busca pelo alinhamento entre o desejo de cada paciente com a sua respectiva característica corporal.

Anestesia local com sedação: quando é indicada?

A anestesia local é comumente vista em procedimentos como a Mamoplastia de Aumento. Desta forma, podemos dizer que se trata do tipo de anestésico mais utilizado na mamoplastia de aumento.

Sendo assim, têm por função fazer com que a sua ação seja realizada somente na parte do corpo em que é devidamente aplicada, não possuindo efeito para outras partes do corpo das pacientes nas quais podem vir a, por diversos motivos, serem utilizadas.

Para que a paciente passe por um procedimento de forma mais confortável possível, antes de receber a anestesia é aplicada uma sedação intravenosa. Esta situação, por sua vez, provoca um sono profundo, fazendo com que a paciente durma antes mesmo de que receba este tipo de anestesia.

Embora a ação da anestesia local seja superficial e limitada à região do corpo onde foi aplicada, a paciente não sente nenhum tipo de dor. Isso, por sua vez, faz com que as pacientes que se submetem aos tipos de procedimentos estéticos que fazem o uso desta modalidade de anestesia possam ter uma maior segurança quanto à normalidade dos processos estéticos em que estão envolvidas.

Anestesia peridural com sedação: quando é indicada?

Por conta de suas características particulares, a anestesia peridural é comumente utilizada em cirurgias com duração de tempo estimado de duas a quatro horas.

Por conta desta necessidade de tempo mais prolongado de procedimento, existem casos específicos em que o médico cirurgião plástico, em conjunto com o médico anestesista, entende que a melhor opção é usar a anestesia peridural. Esta, por sua vez, é aplicada no espaço peridural da coluna vertebral.

Se levarmos em consideração os exemplos do implante de próteses submusculares (abaixo do músculo),  o fato das situações onde a paciente tenha mamas um pouco maiores, ou ainda, quando a previsão é de que a operação dure entre duas a quatro horas, poderemos ver que o uso deste tipo de anestesia se torna muito eficiente, tendo em vista que esta possui um efeito mais prolongado quando comparada à anestesia local.

Neste tipo de anestesia, o médico injeta o medicamento na coluna (canal medular), bloqueando todas as sensações da região que fica abaixo desse ponto, inclusive a sensação de dor. Na anestesia peridural, também devemos considerar o fato de que a mesma precisa ser aplicada junto com a sedação, permitindo que a paciente durma durante toda o procedimento para que o mesmo transcorra com certa normalidade e posterior segurança.

Anestesia geral: quando é indicada?

A anestesia geral é geralmente utilizada e aplicada em pacientes que precisam se submeter a cirurgias considerada como longas. Entretanto, podemos dizer que é muito raro usar a anestesia geral para colocar próteses de silicone.

Geralmente na área de cirurgia plástica, ela é mais comum quando o objetivo é realizar mais de um procedimento, como uma cirurgia da face combinada com mamoplastia, por exemplo.

Esse tipo de anestésico leva a paciente ao estado total de inconsciência. Ela perde a sensibilidade à dor enquanto o medicamento estiver fazendo efeito e experimenta uma sensação de grande relaxamento. Dessa forma, podemos afirmar que a duração dessa anestesia é mais longa, por isso ela é recomendada quando existe a previsão de que a cirurgia dure por um espaço de tempo que seja superior ao período de 4 horas.

Nesses casos, os anestésicos são introduzidos por duas vias: endovenosa e respiratória. A paciente passa a respirar por meio de aparelhos e o anestesiologista monitora e controla toda a situação.

Por conta de sua intensidade e particularidades, a recuperação deste tipo de anestesia não acontece de maneira tão rápida quanto a das outras anestesias que já mencionamos. Por isso, é comum a paciente dormir no hospital.

Prótese de silicone: cuidados pré aplicação

Devido ao fato de se tratar de uma intervenção estética com fins determinados, é preciso que se tenha cuidados específicos antes mesmo de sua realização. Desta forma, entre as medidas de prevenção que mais se destacam neste sentido, podemos elencar as seguintes:

Procura de um especialista

Quando se tem por desejo realizar o aumento dos seios, o primeiro e não menos importante passo se dá na busca otimizada por um especialista nesta vertente da estética. Esta medida se mostra como sendo essencial tanto para a eliminação de riscos com falhas nos seus processos quanto para o sucesso do alcance dos objetivos pretendidos com a sua realização.

Realização de exames pré operatórios

Com o claro objetivo de demonstrar a realidade de cada paciente esta bateria de exames preparatórios é indicada porque, entre outras coisas, é capaz de fazer com que se construa todo um panorama da situação de cada paciente.

Isso por sua vez, acaba por reduzir de maneira significativa as ocasiões de riscos ou mesmo de situações que possam vir a interromper a necessidade de realização deste tipo de procedimento estético e corporal.

Hidratação da região a ser aplicada a prótese

Esta medida tem por finalidade, entre outras coisas, fazer com que se tenha uma espécie de preparo da pele para receber a prótese que será de fato inserida no corpo das pacientes. 

Neste sentido, é importante ressaltar o fato de que se tenha uma certa regularidade diária nesta ação, tudo isso para que ao ser estendida por conta da existência da prótese, a pele não sofra tanto com o surgimento de possíveis estrias e demais deformidades.

Hábitos alimentares saudáveis

A manutenção de hábitos alimentares que possam ser considerados como saudáveis pode ajudar, de maneira importante, em outras fases posteriores como a agilidade na recuperação das pacientes.

Dessa maneira, estas práticas também podem auxiliar decisivamente na forma com que os procedimentos poderão ser realizados, tendo em vista que o peso corporal também pode ser um fator a ser analisado para a sua efetivação.

Suspensão do uso de bebidas alcóolicas e cigarros

Estas duas ações que se assemelham têm por objetivo fazer com que, por exemplo, se tenha um quadro onde a circulação sanguínea possa ser minimamente considerada como regular. Deste modo, a partir de cuidados como estes as pacientes poderão contar também com outros benefícios, como por exemplo a agilidade no processo de cicatrização do procedimento em especial.

Prótese de silicone: cuidados pós aplicação

Pela mesma perspectiva de cuidados, nos momento que sucedem a realização deste tipo de intervenção estética e corporal também se faz necessário o estabelecimento de medidas de prevenção. Tudo isso para que, entre outras coisas, possam ser garantidos pontos como a pronta recuperação das pacientes que optaram por passar por este tipo de experiência.

Desta forma, entre as principais medidas de precaução no período posterior a sua realização, estão presentes os seguintes cuidados:

Uso de materiais como o sutiã cirúrgico

Devido às suas finalidades específicas, este tipo de equipamento é capaz de fazer com que se tenha um alívio importante das dores, devendo ser utilizado por um espaço de tempo estimado de até 30 dias decorridos da realização do procedimento destacado neste artigo.

Repouso

Este repouso deve ser ponderado, uma vez que é preciso se ter certo cuidado com os movimentos a serem realizados e, de forma simultânea, garantir que possam ser feitos movimentos de menor impacto possível ao corpo das pacientes que passaram por esta situação de aplicação de prótese de silicone.

Evitar direção veicular

Esta ação de direção veicular, até mesmo pela grande destreza e atenção com a qual precisa ser realizada, deve ser evitada principalmente nos 20 primeiros dias após o procedimento em questão. Da mesma forma, deve ser evitada por este período porque, entre outras coisas, leva a uma situação na qual a posição dos braços se mostra como inadequada, além de exigir maiores e mais intensos movimentos.

Gerenciar o tempo de exposição ao sol

A situação ideal seria a redução da exposição direta à incidência dos raios solares, principalmente no período que compreende o primeiro mês posterior à sua realização.

Além disso, este contato, quando não é reduzido neste espaço de tempo, pode causar danos ao corpo tais como situações nas quais a região que se submeteu aos cortes fiquem manchadas de maneira significativa.

Acompanhamento com responsável pelo procedimento

Diante de todos os cuidados ressaltados nesta parte, é importante destacarmos de igual maneira o fato de que o posterior acompanhamento junto ao responsável pelo procedimento pode ser fundamental para que, entre outras coisas, se tenha um diálogo no que se diz respeito ao andamento dos resultados obtidos com este tipo de procedimento.

Neste cenário, é possível visualizarmos de igual modo a situação na qual justamente por meio deste acompanhamento posterior se torne possível a gestão do andamento da resposta das pacientes a este tipo de intervenção estética em especial.

Prótese de silicone: importância dos cuidados pré e pós procedimento estético

Para absorvermos da melhor maneira possível estes últimos tópicos tratados acima, nada melhor do que juntá-los e ressaltar a sua importância principalmente para a criação de uma realidade de sucesso deste tipo de procedimento.

Por assim dizer, então, como vimos, estes cuidados se mostram extremamente importantes de serem praticados, na medida em que se tornam os responsáveis por fazer com que não se tenha espaço para o aumento de situações indesejadas, tais como reações inesperadas ou mesmo equívocos que possam ser cometidos.

Anestesias em próteses de silicone: reforçando os casos específicos

Como podemos ver no que foi passado nos tópicos descritos acima, a forma de anestesia mais utilizada para o implante de próteses de mamas é a anestesia local com sedação. Ou seja, a paciente é sedada através de uma medicação intravenosa que a faz adormecer antes de receber a anestesia local.

Este procedimento é comumente utilizado em pacientes que irão colocar a prótese subglandular (implante por cima do músculo). Em contrapartida, em casos de implante submuscular (abaixo do músculo) é preferível a anestesia peridural (aplicada no espaço peridural da coluna vertebral), uma vez que é necessário mexer na estrutura muscular da paciente, o que acarreta em maior desconforto. Neste método a paciente também é sedada antes de receber a anestesia.

Por sua vez, a aplicação de anestesia geral é muito rara, mas há casos específicos em que ela é totalmente indicada, como nas situações onde se precise realizar as chamadas cirurgias plásticas da face, ou mesmos quando se pretende realizar os chamados procedimentos combinados, como por exemplo: cirurgia da face mais implante de mama.

Anestesias em próteses de silicone: representatividade da presença de um profissional

Assim como precisa ser feito em todo e qualquer tipo de procedimento dentro da realidade do segmento de estética, a escolha de um bom profissional pode repercutir e consequentemente impactar de maneira direta no sucesso e no alcance dos objetivos pretendidos com o mesmo.

Desta maneira, ao termos a devida preocupação por selecionar o responsável pela condução destes procedimentos à partir de critérios específicos, podemos dizer que estamos entrando em uma realidade pela qual se tem acesso a muitos benefícios, entre eles o aumento da segurança em sua pronta realização.

Aqui, com o Dr. Marco Cassol, você pode ter a tranquilidade de estar sendo acompanhada por um profissional especialista nesta e em muitas outras vertentes da estética, com igual qualidade e excelência nos resultados e no atendimento.

Anestesias em próteses de silicone: relembrando pontos importantes

Neste ponto em especial deste texto, teremos agora a oportunidade de relembrarmos as questões mais relevantes que aqui foram levantadas.

Tal parte se mostra como sendo essencial para que, a partir da releitura das informações de maior importância que estão presentes neste conteúdo, você possa analisar o que realmente entende como marcante para a submissão a este tipo de procedimento de estética.

Com isso, podemos primeiramente perceber que, independentemente de sua complexidade, a prática de se realizar um procedimento estético tal qual uma prótese de silicone por si só exige a aplicação de uma anestesia.

Dessa forma, vemos que para cada caso específico existe um tipo de anestesia que é pré-determinado, tudo isso para que pontos importantes como a normalidade e a segurança do procedimento para as pacientes possam ser, de fato, mantidas em um estágio de perfeito andamento.

Além disso, com a leitura deste artigo em especial, podemos ser capazes também da mesma forma de fazer uma certa reflexão à respeito de como estas anestesias podem ser importantes atenuantes de questões como a dor e a instabilidade que podem vir a ocorrer neste tipo de intervenção estética que, por sua vez, foi colocada em evidência a partir deste conteúdo.

Anestesias em próteses de silicone: considerações finais

Como podemos perceber no decorrer de todo este material em especial, existem múltiplas opções de anestesias para o procedimento de prótese de silicone, sendo que cada uma precisa ser escolhida de modo a respeitar tanto a realidade corporal de cada paciente quanto a complexidade da intervenção estética em questão a ser realizada.

Neste sentido, ao longo deste post podemos observar também que, ao detalharmos cada uma destas opções de anestesias que são existentes para uma mesma forma de procedimento estético, fomos de igual modo capazes de ver a forma como que cada uma desta realidades pode ser aplicada de acordo com as particularidades da situação.

Ao encerramos todo o processo de discussão que foi proposto com este artigo em especial, podemos dizer que buscamos de maneira direta fazer com que você conseguisse ter um suporte

Por fim, fica aqui registrado o convite para que você possa continuar acompanhando de maneira especial todos os conteúdos que disponibilizamos por aqui.

Desta maneira, iremos estabelecer uma relação de interação, na qual você poderá ter acesso a uma grande quantidade de materiais que, por sua vez, contenham exatamente aquilo que precisa saber para a realização dos tipos de intervenções estéticas, sejam elas de maior ou menor complexidade.

Sempre teremos como objetivo trazer mais informações que possam ser úteis para retirar as dúvidas mais relevantes que circundam o meio da estética, de uma forma simples e direta, para que você esteja cada vez mais tranquila em relação à segurança quanto à realização dos mais diferentes procedimentos.

4.8/5 - (5 avaliações)

Tire suas dúvidas ou agende uma consulta com
Dr. Marco Cassol

Compartilhe :

Marco Cassol

Marco Cassol

Dr. Marco CassolFormado em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), especialista em Cirurgia Geral e em Cirurgia Plástica, tem mais de 15 anos de vivência na profissão. Após sua formação, desde 2006.CRM-SP 122955 / RQE 24987 Linkedin. Siga no Instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados